REVASCULARIZAÇÃO (Cirurgia Arterial)

Até 1990 foi utilizada, mas com relativamente poucos resultados satisfatórios. Está atualmente sendo reavaliada com novas técnicas cirúrgicas principalmente, como foi apresentado no Congresso da AUA - American Urological Association em Atlanta - USA (2000) e do 9º Congresso da ISSIR (International Society for Impotence Research) na Austrália.
Conforme apresentado também no II Consenso de Disfunção Erétil, devido à falta de consistência dos resultados, a cirurgia arterial deve permanecer em nível investigacional, sendo indicada principalmente em casos de doença aorto-ilíaca e obstrução segmentar da artéria pudenda ou peniana pós-trauma.

No eixo aorto-ilíaco-pudendo, técnicas endovasculares poderão melhorar o fluxo sanguíneo para as artérias cavernosas, surgindo como uma alternativa promissora a ser introduzida no futuro.


Ligue agora: (11) 95327-1867 - (11) 5642-1717 / 5641-0686 / 5641-2880 / 5641-2878
Ou tire suas dúvidas pelo formulário abaixo:
*preencha corretamento todos os campos

: